Destinos internacionais

Isla Margarita – Venezuela

isla-margarita-venezuela

A ilha da Venezuela tem praias para todos os gostos. Como está rodeada de água por todos os lados, o local desfruta de praias com ondas, sem ondas, grandes, pequenas, badaladas, tranquilas. O que mais chama atenção por ali, no entanto, são as aves, como papagaios e garças, do Parque Nacional de La Restinga (acessível por barco).

Isla Margarita é um verdadeiro paraíso para os amantes de esportes aquáticos especialmente para os windsurfistas e kitesurfistas.
Localizada a 25 milhas (40km) ao lado da costa norte do continente da Venezuela.

A ilha na realidade, consiste em duas ilhas ligadas por um trecho de areia e manguezais e pântanos que deu origem ao Parque Nacional Laguna de La Restinga.

É conhecida pela qualidade de suas praias especialmente democráticas, para todos os gostos, com e sem ondas, grandes ou pequenas, profundas ou rasas, com ou sem ventos, você escolhe.

Esta ilha, juntamente com seus dois off-shore, Ilha de Coche e Cubanagua, constituem o “Federal Estado Nueva Esparta, na Venezuela.

A ilha fica a apenas 9 graus da linha do equador com médias de temperatura do ar em 29º e da água a 27º com pequena variação entre as estações do ano.
Com 420 mil habitantes, o lado desenvolvido fica em maior parte do lado leste, onde possui 3 cidades principais, Porlamar, Pampatar e La Asuncíon, esta última a capital da ilha.

Isla Margarita é famosa mundialmente entre os praticantes de windsurfe e kitesurf apresentando condições ideais para iniciantes no período da manhã e perfeita para os intermediários e avançados no período da tarde.

Para proporcionar segurança entre windsurfistas e kitesurfistas, várias regras foram aplicadas e os locais foram divididos em várias zonas assim todos ganham.

Playa El Água localizada no nordeste, é a mais popular das praias de Isla Margarita, são kilômetros de areia fina e branca forrada de coqueiros e águas rasas.

Playa Parguito é a próxima praia ao sul, tem aproximadamente 1 km, é a mais procurada por surfistas mas oferece pouca infra estrutura de restaurantes ou conveniências.

Dois outros locais para as atividades, aliás são duas outras ilhas, Isla Coche e Cubanagua, ambas tem praias de ventos off-shore com água lisa e estão a poucos minutos de barco.

Cubanagua é uma reserva natural com condições perfeitas para o kite, foi um  dos primeiros assentamentos da América do Sul. Poucas pessoas habitam, vai se sentir dono do lugar.

El Coche, ou Isla Coche, fica a 12 km ao sul, aproximadamente 30 minutos de barco. Na parte oeste da ilha encontrará condições ideais para a pratica do kite como do windsurfe, ventos de 20 a 30 nós são constantes.

A culinária de Isla Margarita como não poderia deixar de ser é a base de peixes e frutos do mar, é um excelente destino para quem quer desfrutar da natureza, praticar esportes e até mesmo iniciar no kite e windsurfe.

Barcelona – Espanha

Sagrada Família - Barcelona

Templo Expiatório da Sagrada Família – A obra que iniciou em 1882 tem previsão de término somente em 2026.

Barcelona é a maior cidade e a capital da comunidade autônoma da Catalunha, no nordeste da Espanha; é, também, a capital da comarca de Barcelonès e da província de Barcelona. É a segunda maior cidade da Espanha e da península Ibérica, após Madrid. Possui uma população de cerca de 1 621 537 habitantes e uma área de 101,4 km². A área urbana de Barcelona, porém, se estende além dos limites administrativos da cidade e abriga uma população de mais de 4,2 milhões de habitantes em uma área de 803 km² , sendo a sexta área urbana mais populosa na União Europeia, após Paris, Londres, Vale do Ruhr, Madrid e Milão. Cerca de 5 milhões de pessoas vivem na área metropolitana de Barcelona.

Barceloneta - Barcelona - Espanha

Barceloneta – Barcelona – Espanha

PRAIAS

Em Barcelona você encontra 5km de praias. A mais próxima do centro é a Barceloneta, boa para passear pelo calçadão. Para ir com a família, a opção é a Nova Icaria, menor que as demais. Tem também a Marbella, que de um lado é praia de nudismo e do outro tem grande agitação. Mas se você quiser uma balada na areia, o indicado é a Nova Mar Bella.

COMO CIRCULAR

Barcelona possui um excelente sistema de transporte integrado. A combinação de metrô (www.tmb.cat) e ônibus fazem o turista chegar a praticamente todas as principais atrações turísticas com velocidade e muita praticidade. São oito linhas de subterrâneos, cem linhas de ônibus e as linhas de teleférico e funicular de Montjuic. Para compreender o sistema, mapas estão disponíveis em todas as linhas de metrô, mas você também pode traçar sua rota no site da TMB.

Uma viagem simples, não integrada, custa €2 para os ônibus, metrô ou funicular. Um cartão para dez viagens sai por € 9,25, enquanto que há também bilhetes turísticos válidos por vários períodos: 2 dias(€ 12,80), 3 dias (€ 18,50), 4 dias (€ 23,50) e 5 dias (€ 28). Há outros descontos para crianças e estudantes.

Andar de carro em Barcelona não é muito fácil. Apesar da boa qualidade de suas ruas e sinalização, o típico trânsito pesado de grandes cidades e a dificuldade em estacionar não são encorajadores. Se mesmo assim você tiver que ter um, tenha um mapa ou navegador GPS à mão.

ONDE FICAR

Barcelona possui uma enorme variedade de hotéis. Como principal cidade industrial do país, aqui não faltam bons estabelecimentos de bandeiras internacionais como NH, Tryp, Accor e Meliá, oferecendo todo conforto e infraestrutura. Uma região muito agradável é Barceloneta, assim como o entorno da estação Sants, a Diagonal, o Passeig de Gràcia e as Rambals oferecem muitas opções, todas nas proximidades de restaurantes, bares, cafés e bancos.

Uma tendência que vem se firmando em Barcelona são os hotéis e albergues butique. Móveis de design, decoração vanguardista e serviço personalizado são a perfeita contraposição à pasteurização dos hotéis de rede. Um hotel que fica entre estes dois mundo, sofisticação e apelo global, é o Mandarin Oriental, chiquetérrimo até a raíz.

ONDE COMER

Na última década e meia a Catalunha disputa com o País Basco o título de principal celeiro de chefs estrelados do planeta. Nomes de apelo internacional como Feran Adrià inovaram com sua cozinha lúdica, que brinca com texturas, formas e cores. Todavia, como bolhas com ar açafrão e gelatinas de verdura não são para o gosto de todos, Barcelona segue forte com um destino onde se come bem, e de tudo. Esparramada sobre o Mar Mediterrâneo — a via que lhe trouxe influências francesas, italianas, gregas e árabes — a base de sua gastronomia aproveita-se bem de pescados.

Mas não é só isso. Aqui estão também símbolos da cozinha espanhola como as tapas e a paella, doces despudoramente tentadores como tocino del cielo e crema catalana, alguns bons vinhos como os cavas e uma bebidinha doce que agrada as criança a orchata de chufa, feita com uma espécie de amêndoa.

Enquanto que os restaurantes mais requintados exigem reservas com antecedência — alguns, inclusive, de alguns meses — os estabelecimentos mais simples não requerem muita cerimônia, oferecendo cardápios completos e com preços razoáveis. De um bar de tapas a um charmoso café nas Ramblas, com certeza voce não terá problemas à mesa por aqui.

Atenas

O berço da cultura ocidental

Atenas

Atenas é a capital e maior cidade da Grécia e também a capital da Ática. Além de ser uma cidade moderna, Atenas também é famosa por ter sido uma poderosa cidade-estado e um centro de cultura muito importante na Antiguidade. Atenas figura entre as mais antigas cidades de mundo ainda volumosamente habitada pelo homem, tendo sido fundada há mais de seis mil anos. A cidade de Atenas está localizada na região da Ática, e é na atualidade o principal centro urbano, econômico, político e cultural da Grécia moderna.

Ilhas Gregas

ilhas-gregas

Zaquintos – Ilhas Gregas

As Ilhas Gregas estão entre as mais belas ilhas da Europa. São mais de cinco mil ilhas a rodearem a costa da Grécia, estendendo-se pelos mares Egeu, Adriático e Mediterrânico. Conhecidas pela sua costa rochosa, praias fantásticas e muitas horas de sol, são um excelente destino de férias.

As Ilhas Gregas são um dos principais destinos escolhidos pelos turistas europeus para passar o verão. Motivos não faltam: lindas praias, clima ideal, além de contrastes geográficos e arquitetônicos que podem deixar qualquer viajante louco para voltar.

Quando ir

A época do ano para conhecer essas maravilhas deve ser bastante planejada, entre os meses de maio, junho e setembro, os preços são mais acessíveis e a quantidade de turistas é bem menor, enquanto que nos meses de julho e agosto, pleno verão europeu, as ilhas permanecem lotadas e tudo é marcadamente caro.

Mikonos

Mikonos

Pode-se dizer que Mikonos é conhecida pela agitação noturna que oferece a seus visitantes. Esse paraíso também pode ter excelentes opções para famílias completas. Pertencente ao que se conhece como o grupo das Cíclades, essa ilha conta com ruas estreitas, lindos moinhos, museus e o imperdível sítio arqueológico em Delos, localizado a apenas 2 km da ilha.

Santorini

Santorini

Ao chegar a Santorini, assim como a Ilha de Mikonos, o viajante observará uma imensa quantidade de guias turísticos, dispostos a oferecer diversos passeios e opções de transportes para os visitantes.

Ilha de Guam

ilha-de-guam

Formado por uma pequena ilha de apenas 48 quilômetros de comprimento e catorze quilômetros de largura, o território americano de Guam é famoso por suas praias impecáveis e mergulho em alto-mar. Parte da Micronésia no Oceano Pacífico, a ilha carrega a influência de várias culturas. Colônia espanhola até 1898, Guam mesclou essa herança com os costumes dos Chamorros, além das culturas asiática e norte-americana. Você pode visitar bases militares ou explorar cavernas e cascatas que rivalizam com as praias mais bonitas da ilha. Devido à sua localização, perto do Eixo da Terra, o slogan de Guam é: “Onde o dia da América começa”. Você não gostaria de acordar aqui?

ilha-de-guam-eua-2

ilha-de-guam-eua

Aruba

arubaA ilha é um dos destinos caribenhos mais próximos do Brasil. Por lá chove raramente, a temperatura quase sempre está na casa dos 30 graus e as praias são paradisíacas. O que você mais vai escutar é a trilha sonora latina, é claro! Explorar os cassinos da região é outro programa clássico.

Em Aruba você é convidado a sonhar em um cenário de praias deslumbrantes de areias branquíssimas, banhadas por um mar azul cristalino em tons turquesa, com um sol que parece não ter fim.